Follow by Email

sábado, 21 de janeiro de 2012

Hercólubus – Mais pesquisas

Não importa os nomens que lhe deem (Nibiru, Hercolubus, G1.9, Tyche ou Nêmesis), o fato é que há crescentes e persistentes indícios de que não se deveria rir dessa ideia ou descartá-la gratuitamente, afirmando de boca cheia que o perturbador astro não existe.
Nenhum pesquisador sério ri de teorias, somente as descarta, mantendo, porém, a mente aberta para a reconsideração das mesmas em outras oportunidades.
Segue, abaixo, uma lista de artigos científicos sobre indícios e evidências de um grande corpo celeste nos limites do sistema solar.
O grande astro possui vários nomes e não há consenso a respeito das características que lhe são atribuídas, pois considera-se que pode ser uma anã marrom, uma anã vermelha ou um imenso planeta (clique na imagem ao lado para ampliar).
Os estudos gnósticos o consideram um corpo gigantesco, cerca de 6 vezes maior que Júpiter, o maior planeta de nosso sistema solar:
Nasa considera Tyche uma possibilidade e irá procurá-lo entre os dados coletados pelo Wise:
http://www.nasa.gov/mission_pages/WISE/news/wise20110218_prt.htm
Resumo do artigo de John Matese e Daniel Whitmire sobre persistentes evidências de uma estrela companheira do Sol na nuvem de Oort:
O artigo na íntegra em PDF:
Detetives espaciais identificam 18 estrelas anãs cujas rotas podem corresponder a de Nêmesis:
Nêmesis (irmã do Sol), pode alvejar a Terra com cometas, sugere estudo:
Localizada Anã Marrom próxima a plutão, neste caso sob o nome G1.9 (que a Nasa afirma ser uma supernova bem distante do sistema solar e não uma anã marrom ali na esquina):
A teoria de Nêmesis (Dr. Richard Muller):
A Nasa vai resolver o debate acerca do gigantesco planeta chamado Tyche?
Cientistas procuram sinais de Hercólubus/Nibiru sob os nomes Nêmesis/Tyche:
Informe final de astrônomos independentes sobre a identidade de Nêmesis como G1.9:

Nenhum comentário:

Postar um comentário