Follow by Email

quarta-feira, 12 de março de 2014

Qual a diferença entre um Buraco negro e um Buraco Branco?



 As pessoas gostam de pensar em buracos negros e buracos brancos como portais através do universo. Seria bastante conveniente se pudéssemos entrar em um buraco negro e sair em algum ponto distante no espaço (e até mesmo no tempo). Claro, descobrir os mecanismos exatos seria complicado, mas uma vez encontrado o padrão, faria a viagem interestelar e, provavelmente, viagens intergalácticas. No entanto, este ponto de vista de buracos brancos não é exatamente preciso.
Para começar, vamos começar com um buraco negro, porque eles são muito mais fáceis de explicar. Você lembra-se de como os professores explicavam como Newton descobriu que a gravidade é universal? Bem, a descoberta das leis do movimento de Newton diz que todo objeto de massa atrai todos os outros de massa com uma força proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que os separa.
No entanto, depois de Einstein, sabíamos que a mecânica newtoniana falhou. No nível mais básico, esta teoria não é correta porque é um sistema que funciona mais rápido do que a velocidade da luz (essencialmente, afirma que se você remover o Sol do nosso sistema solar, todos os planetas iriam começar a girar para o espaço interestelar antes que a última luz do Sol chegue a eles ou seja, a força da gravidade iria viajar mais rápido que a velocidade da luz). Einstein mostrou-nos como esta teoria é falha por meio de sua explicação sobre a curvatura do espaço-tempo.
Mas, quando Einstein escreveu as célebres Equações de Campo que descrevem a curvatura do espaço-tempo, ele começou a se preocupar. A equação era não-linear, e enquanto ela ainda é agradável visualmente, a não-linearidade significa que não sabemos como resolver as equações (um sistema não linear é aquele em que a equação a ser resolvida não pode ser escrita como uma combinação linear das variáveis desconhecidas ou funções que aparecem no mesmo).
E então, no meio da guerra, um rapaz chamado Schwarzchild enviou-lhe uma carta com a solução.
A solução da Schwarzchild refere-se ao caso como o seguinte: onde você acha que toda a energia do Sol é espremida a um ponto infinitesimal (sem impulso em tudo), e onde estamos interessados no espaço-tempo em toda a parte, mas no ponto. Essa ideia é realmente a mesma que nos leva a massa total da Terra e pensar que é apenas um ponto no centro - é um truque matemático conveniente para fazer cálculos rápidos e simples, mas não é para ser levada muito a sério quando se fala sobre o que é um buraco negro, na verdade, é - só quando se fala sobre como o universo fora do buraco negro opera.
Independentemente disso, em essência, um buraco negro é uma coisa que puxa e, em termos mais estritos, ele puxa a partir de um lugar que você não quer chegar perto. Neste caso, "próximo" refere-se ao Horizonte de Eventos. Em suma, o Horizonte de Eventos de um buraco negro é um nome que damos para a região do espaço-tempo além do qual qualquer coisa que cai nunca poderá sair. Nem mesmo a própria luz.
Esta característica é contrastado em um buraco branco: Ele é o inverso: um buraco branco cospe tudo e nada vai dentro Então, enquanto um buraco negro tem um horizonte de eventos que, uma vez que você chegar perto o suficiente, você nunca pode escapar, um buraco branco tem um horizonte de eventos que você nunca pode até mesmo aproximar-se.
O buraco branco seria, portanto, a outra ponta de um buraco branco, no qual a matéria que entrou no buraco negro poderá sair em um buraco branco. A interligação entre eles poderá ser chamada de Worm Hole ou buraco de minhoca. Mesmo que empiricamente, essa solução seja a mais viável para a teoria, isso não é totalmente correto, por duas razoes, Primeiro, porque os buracos de minhoca de Schwarzschild são instáveis, desconectando-se assim que se formam. Em segundo lugar, os buracos de minhoca de Schwarzschild são uma solução válida apenas enquanto nenhuma matéria interage com o buraco.
Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Buraco_branco
http://www.fromquarkstoquasars.com/what-is-the-difference-between-a-black-hole-and-a-white-hole/

Nenhum comentário:

Postar um comentário